O QUE EU JÁ ESCREVI?

PESQUISE NO BLOG

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Trabalho na Itália: O Restaurante

Depois de 5 meses zanzando por aí, aprendendo onde se comprava bilhete de ônibus, perguntando di quà e di là, fiz uma prova para trabalhar como garçonete num restaurante e (aparentemente) fui aprovada!Notei que algumas regras são as inversas do que aprendi no Brasil. Por exemplo, no Brasil as pessoas sempre me diziam que  eu falava muito alto. Agora que aprendi a falar baixo, a Cláudia, dona do restaurante, me disse que não é pra falar baixo, é pra falar alto. Por incrível que pareça, é um pouco difícil chegar num lugar onde vc mal conhece as pessoas e gritar, como ela me pediu pra fazer. Mas estou tentando!

O restaurante tem vista pro mar. Na verdade, vista pro mar é pouco. Deixem-me ver se encontro uma foto no google. Encontrei.


Observei que as pessoas que vêm para o almoço, se comportam de maneira diferente daquelas que vêm para o jantar. No jantar, claramente se bebe um pouco mais e aí é que se vê do que as pessoas são capazes. Durante o dia, é comum ver a presença de amigos e família que vêm da praia e aproveitam para dar uma passadinha por ali. Na hora do jantar, sempre vejo muitos casais.
Ontem à noite, depois de algumas tacinhas a mais de vinho, uma garota foi sentar-se no colo do namorado. Honestamente: não quero nem imaginar o que estava rolando ali...
Casal foi embora. Restavam ainda outros dois que também logo foram embora, quer dizer, um casal foi embora.
O outro casal, na verdade, fingiu que foi embora. Quando me encaminhei para o estacionamento estava tudo escuro. Devia ser mais de 23h30. Ouvi um barulho de passos e pensei que de repente poderia ser um segurança. Vi que é bastante comum ter pessoas por ali ainda nesse horário. Continuei ali, esperando que o Francesco fosse me buscar e adivinhem só? Quem é que sai das sombras das árvores como se nada estivesse acontecendo? Isso mesmo: o casal que fingiu ter ido embora. Disfarcei o riso (eu acho que disfarcei), e os dois todo sorrisos, passaram por mim, desejaram boa noite e foram buscar o carro que estava na direção oposta. Ai ai...
Tenho a sensação de que ainda vou me divertir muito neste verão.

Um beijos a todos!